Receitas Online

Tarte de Natas e Chocolate com Cuajada na Bimby

Bolacha de Chocolate – 150 Grs. Margarina Liquida – 50 Grs. Bolacha Maria – 150 Grs. Margarina Liquida – 50 Grs. Alpro Soya Substituto às Natas para Bater [750 gr.] – 3 pacotes Açúcar – 100 Grs. [os mais gulosos poderão ter necessidade de adicionar mais…] Chocolate Pantagruel – 200 Grs. Cuajada – 3 Saquetas Confetis Vahiné para decorar Instructions No copo da Bimby colocam-se as bolachas de chocolate e a margarina líquida. Trituram-se com uns toques de turbo. Transfere-se para uma forma de aro amovível e calca-se bem até compactar a base. Leva-se durante 5 minutos ao forno pré-aquecido a 200º.Repete-se a operação com a bolacha maria. Coloca-se por cima da camada de bolacha de chocolate e leva-se mais 5 minutos ao forno. Deixa-se arrefecer completamente. Por cima coloca-se uma camada de doce de morango, coloquei apenas o suficiente para tapar a camada de bolacha. Prepara-se a camada de chocolate. Leva-se ao lume as natas, eu usei substituto ás natas para bater, da Alpro Soya, mas poderão usar natas normais se assim o desejarem. Junta-se o açúcar, o conteúdo de duas saquetas de cuajada e uma tablete de chocolate com 70% de cacau da Pantagruel. Mistura-se tudo bem e, assim que começar a ferver, deixa-se cozinhar por dois minutos. Retira-se do lume. Deixa-se arrefecer ligeiramente, mexendo sempre. Com muito cuidado, e aos poucos, vai-se deitando por cima da camada de doce de morango. Leva-se ao frigorífico até solidificar. No meu caso esteve 30 minutos no frigorífico. Com um garfo fazem-se uns riscos na horizontal e depois na vertical, de modo a que a camada que se coloca por cima agarre bem. Prepara-se a camada de natas cozidas. Leva-se ao lume as natas, eu usei substituto ás natas para bater, da Alpro Soya, mas poderão usar natas normais se assim o desejarem. Junta-se o açúcar e o conteúdo de duas saquetas de cuajada. Mistura-se tudo bem e, assim que começar a ferver, deixa-se cozinhar por dois minutos. Retira-se do lume. Deixa-se arrefecer ligeiramente, mexendo sempre. Com muito cuidado, e aos poucos, vai-se deitando por cima da camada de chocolate. Leva-se ao frigorífico até à altura de servir.Na altura de servir desenforma-se, passando com cuidado com uma faca nas extremidades para ajudar a soltar a tarte e depois abrindo mola da forma. Decora-se a gosto, usei confetis da Vahiné.